Esporte | Copa América

Quarta-feira, 10 de Julho de 2024

Final da Copa América marca adeus de Di María na seleção da Argentina: 'Sonhei desta maneira'

Meio-campista de 36 anos que atua no Benfica vai se aposentar da seleção no domingo

A final da Copa América no próximo domingo, em Miami, contra Colômbia ou Uruguai, marcará a última partida de Ángel Di María pela seleção da Argentina. Aos 36 anos, o meio-campista do Benfica já havia anunciado que o torneio seria o seu ato final no time de Lionel Scaloni.

– Agradeço a essa geração que me deu tudo que me faltava. E também à anterior, que me ensinou sobre sacrifício e a não abaixar os braços. Não estou pronto para meu último jogo, mas é o momento. Eu sonhei desta maneira – disse o meio-campista, que foi titular na semifinal contra o Canadá.

– Passe o que passar no dia 14, creio que posso ir pela porta da frente. Entreguei tudo de mim.

Campeão do mundo em 2022, Di Maria está no top-6 de artilheiros da seleção argentina com 31 gols marcados. O técnico Lionel Scaloni também foi perguntado sobre a despedida do jogador, mas disse que não é o momento de falar sobre isso:

– Não o aposentemos antes de jogar. Vamos deixá-lo jogar. Depois vemos se vamos convencê-lo (a seguir) ou não – declarou.

O top-10 argentino:

  1. Lionel Messi: 109 gols
  2. Gabriel Batistuta: 54 gols
  3. Sergio Agüero: 42 gols
  4. Hernán Crespo: 35 gols
  5. Diego Maradona: 32 gols
  6. Ángel Di María / Gonzalo Higuaín: 31 gols
  7. Lautaro Martínez: 26 gols
  8. Luis Artime: 24 gols
  9. Daniel Passarella: 23 gols
  10. René Pontoni: 22 gols

G1