Internacionais | EUA

Sábado, 09 de Outubro de 2021

Submarino dos EUA que colidiu com objeto não identificado perto da China chega a base no Pacífico; há feridos

O submarino de propulsão nuclear americano que atingiu um objeto não identificado no Mar da China Meridional chegou nesta sexta-feira (8) a uma base dos Estados Unidos em Guam, no Pacífico. Há registro de 11 tripulantes feridos, diz a agência France Presse.

Na quinta-feira, a Marinha dos Estados Unidos anunciou que o USS Connecticut, um submarino de propulsão nuclear, colidiu com um objeto quando estava submerso na tarde de 2 de outubro, enquanto operava em águas internacionais na região do Indo-Pacífico. O caso ainda está sob investigação oficial das autoridades militares dos EUA.

"Foi no Mar da China Meridional", disse um funcionário americano nesta sexta-feira, solicitando anonimato. "Onze pessoas ficaram feridas, duas com lesões moderadas, mas não houve lesões que representassem risco de vida".

O funcionário americano se recusou a dizer se o acidente ocorreu em águas profundas, citando preocupações de "segurança operacional" e afirmou que sua causa ainda não foi determinada.

Embora ainda não haja nada de concreto sobre o que teria causado o incidente, o assunto chama a atenção porque ocorreu no Mar da China Meridional — uma das regiões de maior interesse de EUA e China no Pacífico.

Pequim reivindica quase todo o Mar da China Meridional e construiu postos militares em pequenas ilhas. Os Estados Unidos e seus aliados, do outro lado, patrulham com frequência as águas internacionais da região, com a justificativa de que ali eles e os demais países têm direito à liberdade de navegação.

A tensão regional ainda envolve a histórica disputa da China com Taiwan, ilha que tem um governo capitalista independente apoiado em parte pelo Ocidente mas que Pequim considera "uma província rebelde". Recentemente, novos exercícios militares chineses perto de Taiwan deixaram a comunidade internacional em alerta para um possível conflito.

G1