Notícias da Região | Resultados

Quinta-feira, 17 de Maio de 2018

Receita Federal faz balanço parcial da Operação Muralha

As atividades de fiscalização realizadas no âmbito da Operação Muralha vêm atingindo o objetivo de fortalecer o Estado, por meio da integração entre a Receita Federal e as forças atuantes, no combate aos crimes de fronteira, elevando a percepção de risco e a presença fiscal nesta região da tríplice fronteira.

No período de 30 de abril a 13 de maio, que corresponde aos primeiros quatorze dias da Operação Muralha, as atividades na região oeste do Paraná foram realizadas principalmente na barreira de fiscalização instalada próximo à praça de pedágio situada no município de São Miguel do Iguaçu/PR e em estradas secundárias da região.

Os resultados obtidos nestas primeiras duas semanas foram bastante expressivos, tendo sido apreendidos até o momento: 325.500 maços de cigarros, 1.045 quilos de maconha; uma arma e 74 munições; 41 unidades de medicamentos e anabolizantes e aproximadamente R$ 7,32 milhões em mercadorias; ainda 9 prisões em flagrante. Além disso, foram retidos 39 veículos, sendo 17 veículos de passeio, 21 ônibus e um caminhão.

O maior destaque fica por conta dos mais de sete milhões de reais em mercadorias apreendidas, valor que representa um crescimento de 225% com relação ao mesmo período da última Operação Muralha, realizada no final do ano de 2017. O aumento se deve à grande quantidade de eletrônicos, principalmente celulares de alto valor, que foram apreendidos nestas duas semanas. Somente em um ônibus de turismo, foram apreendidos R$ 1,680 milhões destes produtos.

Além disto, a quantidade de ônibus apreendidos aumentou 425% com relação à fase anterior da operação. Este aumento se deve à formação de alguns pequenos comboios que utilizam desta artimanha para passar pela barreira; e ao transporte de mercadorias ocultas ou em fundo falso que gera perdimento do veículo.

Quanto a apreensão de drogas, houve um aumento expressivo na quantidade, destaque para a de maconha que teve um acréscimo de 1.860%. Ao todo foram apreendidos 1.045 kg de maconha e 68,3 kg de haxixe. Destaque para o uso continuo e massivo dos cães de faro que têm obtido grande êxito nas apreensões de drogas, principalmente maconha que tem tido maior ocorrência. Caso inusitado é o de dois ciclistas que passaram pela barreira em suas bicicletas com o intuito de ludibriar a fiscalização, porém foram flagrados transportando alguns quilos de maconha em suas mochilas.

A Operação Muralha, desenvolvida na região de Foz do Iguaçu, iniciou sua primeira fase no ano em 30/04/18. As ações estão sendo desenvolvidas na barreira fixa montada próxima ao pedágio de São Miguel do Iguaçu/PR, com revezamento de equipes nas 24h do dia, e nas estradas vicinais, lago do reservatório de Itaipu e Rio Paraná através de incursões das equipes volantes de prontidão.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Força Nacional, Polícia Rodoviária Federal, Exército, Marinha, Aeronáutica, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Polícia Militar do Paraná, Polícia Civil e Departamento de Inteligência do Estado do Paraná - DIEP), Ministério Público Estadual e GGIFRON-PR.

Fonte e Fotos: Assessoria de Comunicação - ALF/Foz do Iguaçu


COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

* Ao enviar o comentário você aceita os termos de uso do site.