Brasil | Segurança

Sábado, 01 de Agosto de 2020

Polícia Militar proíbe uso de 'mata-leão' em abordagens policiais no estado de São Paulo

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo informou nesta sexta-feira (31) que o manual de defesa pessoal da Polícia Militar está passando por revisão e o procedimento de imobilização chamado chave cervical, o popular "mata leão”, está proibido nas abordagens policiais no estado.

A revisão foi confirmada pela Polícia Militar paulista, que, por meio de nota, disse que “busca permanentemente aperfeiçoar a prestação de serviço à sociedade e modernizar seus protocolos de atuação”.

“Atualmente, a instituição realiza estudos para avaliar as técnicas de contenção durante as detenções de suspeitos, sendo que a chave cervical não mais será empregada”, afirmou a PM.

A proibição do mata leão acontece dias depois que um vídeo circulou nas redes sociais, em 24 de julho, mostrando policiais militares dando uma chave de braço e sufocando um jovem negro na cidade de João Ramalho, no interior de São Paulo (veja vídeo abaixo).

No registro, os PMs retiram o jovem do terreno da casa da família com o golpe no pescoço e a pessoa que filme comenta que o rapaz não conseguia respirar.

"Invadiram dentro de casa, olha o que estão fazendo com o moleque. Tá passando falta de ar."

G1