Notícias da Região | Missal

Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

Palestra marca abertura da Semana do Trânsito em Missal

Nesta quarta-feira, 18 de setembro, uma importante palestra direcionada para o público adolescente e jovem, abriu a Semana do Trânsito em Missal. Participaram alunos do Ensino Médio do Colégio Estadual Pe Eduardo Michelis (Cepem) da palestra com o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, conduzida pela servidora supervisora do Detran de Medianeira, Genailda Ramos Neves (Gena).

Diversas ações estão previstas para ocorrer durante a semana, envolvendo vários segmentos da sociedade parceiros a iniciativa. Carros que sofreram acidente estão localizados em pontos estratégicos do município, visando chamar a atenção para a necessidade do cuidado no trânsito. Ao final da palestra, os policiais mirins, acompanhados da Polícia Militar, fizeram uma blitz educativa em frente a Câmara de Vereadores.

O evento foi uma parceria entre Administração Municipal de Missal, por intermédio da Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Saúde, Samu, Detran, Conselho Comunitário de Segurança, Departamento da Juventude, Policia Militar, Polícia Civil e Lions Club, além da diretoria do Cepem que liberou os alunos para participar da palestra.

Semana Nacional do Trânsito

Celebra-se o Dia Nacional do Trânsito no dia 25 de setembro, mesma data em que se promulgou, por meio da Lei nº9.503, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) no ano de 1997. Essa lei surgiu para aumentar o rigor nas fiscalizações das vias de tráfego do Brasil e para substituir a lei antiga, datada de 1966. O objetivo primordial era diminuir o número de acidentes no País.

O dia do Trânsito representa uma importante data, utilizada para a conscientização pública, no sentido de promover um maior humanismo nas estradas e ruas por onde se deslocam automóveis, motocicletas, caminhões, ônibus, ciclistas e pedestres. A semana do dia 25 de setembro, por esse motivo, é demarcada como a Semana Nacional do Trânsito.

É essencial o ensino de atitudes de respeito, precaução e responsabilidade no trânsito, para que as estatísticas alarmantes de acidentes nas estradas possam mudar. O Brasil é um dos países com mais acidentes de trânsito, nos quais morrem por ano aproximadamente 40 mil pessoas.

Assessoria