Internacionais | Política

Terça-feira, 14 de Setembro de 2021

Oposição de esquerda volta ao poder na Noruega

A oposição de esquerda, liderada pelo trabalhista Jonas Gahr Støre, venceu nesta segunda-feira (13) as eleições parlamentares da Noruega, dominadas pelo destino do setor petroleiro do país, segundo projeções publicadas no fim das eleições.

"Ouvimos, esperamos e trabalhamos duro, e agora podemos dizer: conseguimos!", declarou Støre, o provável próximo primeiro-ministro, para aclamação de seus partidários.

Espera-se que os cinco partidos da oposição obtenham 104 dos 169 assentos do "Storting", o Parlamento unicameral norueguês, suficientes para desbancar a coalizão de direita da conservadora Erna Solberg, segundo as projeções.

Com 89 assentos até o momento, o Partido Trabalhista de Støre obteria inclusive a maioria absoluta com seus principais aliados, o partido de centro e a esquerda socialista, sem precisar das outras forças da oposição, os ecologistas do MDG e os comunistas do Rødt.

"A Noruega enviou uma mensagem clara: as eleições mostram que o povo norueguês deseja uma sociedade mais equitativa", declarou Støre, um milionário de 61 anos que fez campanha contra a desigualdade social.

G1