Notícias da Região | Sarampo

Sexta-feira, 08 de Novembro de 2019

Número de casos de sarampo no Paraná chega a 316 em 2019; 43 novos casos em uma semana

O número de casos confirmados de sarampo no Paraná em 2019 subiu para 316, conforme boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesta quinta-feira (7). São 43 casos a mais do que no último balanço.

Conforme a Sesa, 27 casos têm como provável fonte de infecção o estado de São Paulo e outros cinco o estado de Santa Catarina.

Em 259 casos, não houve identificação do local de contágio. Outras vinte e cinco confirmações tiveram duas cadeias de transmissão distintas identificadas.

O boletim aponta que, das 22 regionais em saúde do Paraná, 20 têm cidades com casos de sarampo. Nenhuma morte pela doença foi registrada até esta quinta-feira.

Casos por município:

217 em Curitiba;

20 em Colombo;

11 em São José dos Pinhais;

10 em Pinhais e Piraquara;

8 em Campo Largo;

7 em Londrina;

5 em Rio Branco do Sul;

4 em Almirante Tamandaré;

3 em Carlópolis, Campo do Tenente e Jacarezinho;

2 em Castro, Maringá e Campina Grande do Sul;

1 em Araucária, Irati, Balsa Nova, Quatro Barras, Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Ponta Grossa e Rolândia.

Ainda de acordo com o levantamento, a maior parte dos pacientes com sarampo no Paraná é de pessoas com idades entre 20 e 29 anos, com 175 confirmações. Em seguida, estão crianças, adolescentes e jovens, com idades entre 10 e 19 anos.

Vacinação contra o sarampo

A vacinação contra o sarampo é a única forma de evitar a contaminação do vírus, segundo a secretaria. Neste ano, a 2ª fase da Campanha Nacional de Vacinação está prevista para começar em 18 de novembro e terminar no dia 30.

O foco da segunda fase é vacinar pessoas com idade entre 20 e 29 anos. Um "Dia D" de vacinação está previsto para ocorrer no dia 30 de novembro.

G1 Paraná