Internacionais | Luto

Quarta-feira, 14 de Março de 2018

Morre, aos 76 anos, o cientista Stephen Hawking

Um dos maiores cosmologistas e cientistas da história, o britânico Stephen Hawking, faleceu na madrugada desta quarta-feira (14), em sua casa, na cidade de Cambridge, na Inglaterra. Lucy, Robert e Tim Hawking, seus três filhos, confirmaram, em nota ao site The Guardian, a morte do pai. Para eles, Stephen Hawking inspirou uma geração de cientistas e pesquisadores através do seu humor, carisma e brilhantismo. "Ele uma vez disse que não haveria universo se não houvesse uma casa para aqueles que amamos", disseram.

Desde os seus 21 anos que Stephen Hawking sofria com uma esclerose lateral amiotrófica (ELA), doença que causa a morte dos neurônios motores. O cientista foi ator do best-seller "Uma breve história do tempo", publicado em 1988. O livro ganhou fama pela forma coloquial de lidar com temas como o universo e o início de tudo.

Um pouco da sua história:

Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942 em Oxford, na Inglaterra, 300 anos após a morte de Galileu. Quando fez 8 anos de idade, se mudou para St. Albans, cidade localizada a cerca de 30 km de Londres, na Inglaterra.

“Estamos profundamente entristecidos pela morte do nosso pai”, lê-se num comunicado assinado por Lucy, Robert e Tim Hawking, filhos do cientista, e divulgado esta madrugada.

“Foi um grande cientista e um homem extraordinário cujo trabalho e legado sobreviverá durante muitos anos”, é dito na missiva citada pelo The Guardian.

Hawking também é autor de 14 livros, entre eles “O universo em uma casca de noz” e “Uma nova história do tempo”. Em 2014, sua história de vida foi contada no filme “A teoria de tudo”, vencedor de um Oscar.

IBahia

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

* Ao enviar o comentário você aceita os termos de uso do site.