Esporte | Campeonato Brasileiro

Domingo, 15 de Setembro de 2019

Mesmo sem show, o letal e maduro Flamengo se impõe sobre outro concorrente

A vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Santos, sábado, no Maracanã, reforçou um recado que já tinha sido dado aos concorrentes no 3 a 0 sobre o Palmeiras.

O Rubro-Negro fez o dever de casa contra os dois principais rivais na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro e fechou o primeiro turno com impressionante 100% de aproveitamento em casa. Contra o Peixe não foi um show como em outras ocasiões, mas o time foi letal, maduro e não correu muitos riscos.

- Agora estou como se estivesse apaixonado. Tudo está bonito. Agora falta a parte mais difícil (conquistar, de fato, o título) - afirmou Jorge Jesus.

Gabigol, mais uma vez, desequilibrou. Recebeu ótimo passe de Everton Ribeiro e fez um golaço por cobertura. O 16º do artilheiro do Brasileiro. No ano, chegou a 30 gols em 40 jogos. Se neste sábado a produção ofensiva ficou um pouco abaixo - também por mérito do Peixe - do que nos últimos jogos, em que a média foi de três gols marcados, se destacou outro aspecto: a maturidade defensiva.

No fim do trabalho de aquecimento antes da partida, enquanto todos os outros jogadores já tinham retornado ao vestiário, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís se abraçaram no meio campo e conversaram, como se soubessem que o sistema defensivo teria papel fundamental.

Principalmente no primeiro tempo, o Santos deu alguns sustos. Marinho e Soteldo deram muito trabalho para Filipe Luís e Rafinha pelas pontas. Apesar disso, Diego Alves precisou trabalhar pouco. O Flamengo soube controlar o adversário mesmo depois de estar em vantagem no placar.

GE