Internacionais | Estados Unidos

Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

Explosão de gás mata bombeiro e destrói totalmente edifício no estado do Maine, nos EUA

Uma forte explosão causada por gás propano destruiu um edifício recém-construído quando uma equipe de bombeiros chegou justamente para investigar por que havia cheiro de gás no local na manhã desta segunda-feira (16) no estado americano do Maine. Um bombeiro morreu e outras seis pessoas se feriram.

A explosão foi tão forte que um veículo que passava em um cruzamento próximo também acabou explodindo e edifícios nos arredores também sofreram danos. Detritos da construção choveram na área.

A explosão destruiu o prédio de dois andares que abrigava a LEAP Inc., uma organização sem fins lucrativos que atende pessoas com deficiências intelectuais, apenas alguns meses após a conclusão da obra.

"Parece uma zona de guerra. Está tudo revirado", disse Scott Landry, membro do Conselho de Administração da Cidade de Farmington. "O prédio se foi."

Entre os feridos há quatro bombeiros, incluindo o chefe da corporação na cidade. Os outros dois feridos são um funcionário da ONG e um funcionário de ambulância, disseram autoridades.

O trabalhador da ambulância foi tratado e liberado, disse o porta-voz estadual de segurança pública Steve McCausland. Os outros cinco foram levados para centros regionais de trauma e permanecem hospitalizados. Suas condições de saúde não foram divulgadas.

A explosão ocorreu por volta das 8h30, pela hora local.

Os vizinhos ouviram um estrondo que sacudiu casas e derrubou fotos nas paredes. Papel e poeira voaram fazendo parecer que havia uma tempestade de neve.

A funcionária da LEAP Lisa Charles, que mora na rua onde a explosão ocorreu, estava em casa com seus filhos quando a explosão assustou a família. Ela saiu e viu detritos caindo do céu - e temeu que o pior tivesse acontecido com seus colegas.

"Conheço todo mundo lá. Tinha certeza de que todo mundo tinha morrido", disse ela. "Eles receberam um aviso do funcionário da manutenção, que é um herói por dizer a eles para saírem".

Kim Hilton, que trabalha no departamento de admissões da Universidade do Maine, perto de Farmington, disse que ficou assustada quando seu prédio tremeu.

"Parecia que alguém bateu no nosso prédio com um veículo", disse ela.

O cheiro de gás foi detectado quando os primeiros funcionários chegaram e o prédio foi evacuado antes que a maioria dos trabalhadores chegasse naquele dia.

G1