Internacionais | Síria

Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2019

Coalizão dirigida pelos EUA anuncia o início da retirada militar da Síria

Imagem de vídeo mostra forças dos EUA nos arredores da cidade síria de Manbji, em 7 de março — Foto: Arab 24 network, via AP

A coalizão internacional antijihadista dirigida pelos Estados Unidos anunciou, nesta sexta-feira (11), o início da retirada das tropas da Síria, onde auxiliavam na guerra contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI).

O porta-voz da operação, o coronel Sean Ryan, afirmou que não mencionaria "prazos, locais ou movimentos de tropas" devido à preocupação com a segurança operacional.

A decisão de Trump de retirar de cerca de 2.000 soldados americanos mobilizados na Síria para lutar contra o Islâmico foi anunciada em dezembro e surpreendeu aliados de Washington e até mesmo políticos americanos.

A medida é vista como uma prova das contradições da estratégia de sua administração - ou da falta de estratégia, segundo seus críticos.

A medida pode ser vista como favorável ao regime de Bashar Al-Assad, o presidente sírio inimigo dos EUA e aliado de Rússia e Irã. O governo russo chegou a dizer que a presença de forças norte-americanas na Síria se tornou um "obstáculo perigoso" para a paz na região.

G1

COMPARTILHE

COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário

* Ao enviar o comentário você aceita os termos de uso do site.