Internacionais | Oriente Médio

Domingo, 15 de Setembro de 2019

Arábia Saudita corta produção de petróleo após ataques de drones, dizem sites

A produção de petróleo da Arábia Saudita foi cortada pela metade, após duas grandes instalações da petroleira Aramco terem sido atacadas por drones neste sábado (14), segundo os sites de notícias Bloomberg e Wall Street Journal.

Imagens mostraram um grande incêndio em Abqaiq, onde fica a maior fábrica de processamento de petróleo da Aramco, enquanto um segundo ataque de drones iniciou incêndios no campo de petróleo de Khurais.

A fumaça podia ser vista do espaço. Porém, as chamas já foram controladas nas duas instalações.

Rebeldes iemenitas houthis, que são apoiados pelo Irã, disseram ter mobilizado 10 drones para fazer o ataque.

Segundo a Bloomberg, a Aramco decidiu cortar a produção de petróleo para cinco milhões de barris por dia quase metade da produção diária do país– como precaução após o ataque.

Ainda de acordo com a agência de notícias, a empresa afirma que o restante da produção deve ser restaurada em 48 horas.

G1